Tradição e inovação

Buscar

Tradição e inovação

Veículos veteranos na indústria, indicados ao Caboré de Produtor de Conteúdo, reconstroem sua atuação para atender a um consumidor e a um mercado multiplataformas


21 de outubro de 2019 - 16h40

Carlos Henrique Schroder (Crédito: divulgação), Tutinha (Crédito: divulgação) e Paulo Samia (Crédito: Arthur Nobre)

Se ainda prevalecessem as divisões que, por décadas, definiram a classificação dos veículos de comunicação, seria possível afirmar que cada um dos três indicados na categoria Produtor de Conteúdo do Caboré 2019 representa um meio diferente. Entretanto, apesar de terem seus embriões na TV, no rádio e na internet, respectivamente, Globo, Jovem Pan e UOL construíram redes de distribuição que ultrapassam as fronteiras midiáticas convencionais. Com 54 anos de história na TV, a Globo, que busca sua quinta coruja, vem construindo uma relação com o público que vai além da telinha. Representante do mais tradicional meio eletrônico do País — o rádio —, a Jovem Pan tenta conquistar o segundo Caboré de sua história, aproveitando a relação entre o áudio e o ouvinte para experimentar outros pontos de contato. E embora mais jovem que os concorrentes — e nascido no meio digital —, o UOL, vencedor desta categoria no ano passado, tem de lidar com o desafio de criar produtos e canais para atender os anseios de um público que demanda por novidades a cada dia.

Desde o ano passado empenhada em tangibilizar o projeto Uma Só Globo — que conta com apoio da consultoria  Accenture e visa unificar todas as operações do grupo em uma única gestão —, a emissora líder de TV aberta no País vivencia uma jornada de transformação. Parte dela pode ser representada pelo MG4, complexo de três estúdios inaugurados em agosto, no Rio de Janeiro, que permitirá um incremento de 50% na produção de conteúdo.Do ponto de vista da relação com o mercado, 2019 tem sido de revisão de conceitos. Desde março, a divisão comercial ganhou novo nome (Negócios Integrados) e um novo líder, Eduardo Schaeffer, que vem procurando flexibilizar a presença de marcas na emissora com soluções e formatos mais personalizados. Como resultado, a Globo conseguiu garantir, ainda em outubro, a renovação para o próximo ano de todos os patrocinadores do Futebol (considerado um dos mais valiosos do mercado).

Aos 75 anos, a Jovem Pan aproveitou 2019 para se preparar para entrar na mais atual das plataformas de consumo de conteúdo audiovisual. Com o Pan Flix, a rádio quer usar o streaming para amplificar sua presença, oferecendo um conteúdo de programas de entrevistas, telejornais e atrações variadas para serem assistidas onde e quando o espectador desejar. Ao mesmo tempo, o grupo incrementou a distribuição de conteúdo nas redes sociais, sobretudo no YouTube, onde possui 28 canais, com 18 horas diárias de transmissão. Os investimentos nas novas plataformas totalizam R$ 30 milhões. Além das novas mídias, a Jovem Pan também teve um ano de consistência em seu meio de origem. O grupo investiu na construção de novos estúdios para os programas de rádio e o conteúdo de podcasts, outra divisão que ganhou mais fôlego em 2019. Para acompanhar essas mudanças, a área comercial desenvolve modelos que integram soluções multiplataforma em áudio e vídeo.

Diversificar também é a palavra de ordem no UOL. Com 23 anos de história, o portal ampliou suas plataformas proprietárias de contato com o público, como o CarnaUOL, Universa Talks (plataforma de eventos sobre questões femininas) e o Viva-Bem no Verão (ações de experiência no litoral norte de São Paulo). No ambiente da web, o UOL incrementou seu pilar de conteúdo com os lançamentos Tilt (divisão de conteúdo sobre tecnologia), MOV (nova plataforma de vídeos), Start (editoria de games e e-sports) e Ecoa (área de conteúdo focada em iniciativas em prol de uma sociedade mais justa e sustentável). O portal também investiu na produção de podcasts, com o lançamento de canais sobre política, esportes e comportamento. Essa disposição em inovar e criar formatos é, na visão de cada um dos indicados, o maior atestado do merecimento à coruja do Caboré. “Procuramos inovar com o intuito de proporcionar um conjunto completo de soluções para nossa audiência e anunciantes. Estamos também presentes no ambiente físico, promovendo experiências de marca e de vida para nossos clientes e leitores. Com tanta novidade, o UOL bateu recorde de audiência por vários meses, atingindo 107 milhões de usuários únicos e garantindo a liderança da audiência entre os maiores produtores de conteúdo do País”, diz Paulo Samia, CEO de conteúdo e serviços do UOL.

A Jovem Pan também vê a capacidade de se adaptar ao novo como seu principal trunfo. “Não somos mais apenas rádio. Somos uma empresa tradicional que soube colocar o conteúdo no centro da sua missão para se transformar. Conseguimos manter a relevância com o processo de melhorar a plataforma, valorizando o conteúdo em áudio e imagem. Passamos a ser um parceiro de vendas do Google e do YouTube, podendo vender também toda a parte de mídia programática, gerando, assim, novas fontes de dados”, detalha Antônio Augusto Amaral de Carvalho Filho, o Tutinha, CEO do Grupo Jovem Pan.

Já para a Globo, construir uma conexão direta com as pessoas é o que sustenta todo o seu trabalho. “Nós nos esforçamos, diariamente, para impactar e engajar as pessoas com jornalismo, esporte e entretenimento. Dessa relação acumulamos um conhecimento único sobre o brasileiro, seus hábitos e interesses, algo que fomenta a criatividade, tanto dentro da Globo quanto por meio da geração de insights para o mercado como um todo”, pontua Carlos Henrique Schroder, diretor-geral da Globo.

Compartilhe

  • Temas

  • antonio fadiga (artplan)

  • daniel simões (eletromidia)

  • eduardo simon (dpz&t)

  • andrea siqueira (betc/havas); marcos medeiros (cp+b)

  • rafael donato (david)

  • carol boccia (africa)

  • flavia cortes (publicis)

  • leo balbi (y&r)

  • lica bueno (suno united creators)

  • raquel messias (grey)

  • tiago lara (leo burnett tailor made)

  • andré frança (wmccann)

  • fabio urbanas (almapbbdo)

  • francisco custódio (africa)

  • ariel grunkraut (burger king)

  • daniela cachich (pepsico)

  • igor puga (santander)

  • carolina sevciuc (nestlé)

  • renato shiratsu (coca-cola)

  • felipe cerchiari (ambev)

  • debora nitta (facebook)

  • heitor pontes (jcdecaux)

  • mauricio kotait (viacom)

  • wmccann

  • mirum

  • mynd

  • soko

  • flix media

  • Ogilvy

  • wieden + kennedy

  • conspiração

  • landia

  • Saigon

  • bradesco

  • mcdonald's

  • natura

  • elemidia

  • google

  • globo

  • jovem pan

  • uol

  • prêmio

  • caboré

  • coruja

  • gaiola

  • publicidade

  • propaganda

  • marketing

  • dirigente da indústria da comunicação

  • profissional de criação

  • profissional de atendimento

  • profissional de planejamento

  • profissional de mídia

  • profissional de marketing

  • profissional de inovação

  • profissional de veículo

Patrocínio

Realização