Caboré

7 DE DEZEMBRO DE 2022 | ESPAÇO MONTE LÍBANO - SÃO PAULO/SP

Dirigente da indústria da Comunicação

Sergio Gordilho

Africa

Muito poucos criativos foram indicados a líder da indústria. É saudável para a indústria da criatividade ter um criativo empresário liderando. Principalmente quando se trata de uma das maiores agências do país, das mais criativas do mundo e com uma carteira robusta de clientes. Publicidade é show business. A Africa é boa de show e de business. Uma powerhouse de criatividade e negócios à altura das grandes agências da história. Sergio é um megacriativo com faro empresarial e, graças a essa ambidestria, levou a Africa ainda mais longe. Neste momento, quando se apregoa o fim do que é incumbente e se incensa o indie, ele e o Marcio fizeram uma agência tradicional não tradicional. Essa reinvenção serve de farol para onde o mercado deve apontar. Isso fez da Africa uma das melhores do mundo, o que reafirma a liderança criativa do Brasil no mundo da propaganda. Sergio concorre com concorrentes de respeito, mas rezo para que o mercado compreenda que votar em Sergio é votar nele mesmo, no mercado brasileiro. A Africa que o empreendedor criativo recriou é a prova que a propaganda brasileira está viva. Ao fazer isso, Sergio presta um enorme serviço ao setor. E isso, a meu ver, merece o Caboré.

Nizan Guanaes

 

Outros indicados