Agência de Comunicação

Wieden+Kennedy

Acho que a gente já se esbarrou por aí. Mas, caso isso não tenha acontecido, deixa eu me apresentar: prazer, eu sou a Wieden+Kennedy. Cheguei há nove anos no Brasil, com a ambiciosa missão de criar um ambiente onde as pessoas possam fazer o melhor trabalho das suas vidas. Eu nasci, cresci e viverei para sempre independente. Ou seja: não vou ser negociada, vendida ou ter um casamento arranjado com nenhum grande grupo de comunicação. Uma das maiores vantagens de ser independente é poder trabalhar com empresas que, assim como eu, valorizam a criatividade. Só em 2019, tive a alegria de ganhar três contas que me enchem de vaidade: Elo, Sprite e C&A. Essas conquistas vêm a reboque de trabalhos que têm sido bem falados pelo mercado e bastante comentados nos grupos de WhatsApp. Aliás, por falar em trabalho, um dos meus mantras é “the work comes first”. Sou péssima em ficar teorizando, tenho desprezo enorme pela política e odeio falar de mim mesma (este texto é uma exceção, só porque o Meio & Mensagem pediu). Pode parecer meio ingênuo da minha parte, mas é assim que eu sou. E, pelo fato de ter sido indicada a Agência do Ano no Caboré, parece que tem mais gente pensando como eu.
Que bom.

Outros indicados